sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Não acredito em templos

Última postagem: Levantem as Bandeiras, a todo o Pano!





Não acredito em templos




Uma vez perguntaram a Jesus onde era o lugar correto para se adorar a Deus. Quem fez essa pergunta foi uma mulher, samaritana, que não pertencia à "religião oficial" da época. Os judeus consideravam os samaritanos idólatras e impuros. Ela tão pouco teria, aos olhos dos moralistas, uma vida "santa" e "irrepreensível" para se aproximar e fazer tal questionamento ao Senhor, pois se tratava de uma mulher que já havia passado por cinco casamentos e o atual marido, bem... não era de fato marido dela. Um escândalo até mesmo para os discípulos de Jesus que achavam inapropriada aquela conversa.

A resposta de Jesus foi simples: sugerindo não se tratar do lugar físico/geográfico. A adoração a Deus deve ser pessoal, interior, espiritual e sincera.

A primeira coisa que salta aos olhos de quem lê o relato completo do Novo Testamento é que Jesus quebra muitos paradigmas, a começar por tirar da religião e do templo a exclusividade da mediação e do relacionamento com Deus. Nossa oração e adoração não dependem de um altar construído para serem ouvidas. O altar, o templo, o lugar de culto é o próprio coração.

A segunda coisa é que, diferentemente da tendência da religião de dizer quem é puro ou não, quem é mais especial, Deus não nos avalia por questões meramente morais ou sociais. Foi Jesus mesmo quem disse que prostitutas e corruptos poderiam ser mais dignos de entrar no Reino de Deus do que alguns que se consideram exclusivamente santos, mas vivem de forma hipócrita (Mateus 21.31).

O encontro com Deus é transformador, sim. E radical. Mas nem por isso acontece somente nos ambientes ou dias santificados pela igreja ou pelas religiões dos homens. Particularmente não acredito em templos ou em religiões como lugares e entidades sagrados em si mesmos. Acredito no Deus que não cabe dentro das religiões, não é totalmente explicado pela razão humana, ri dos tratados teológicos, não se detém nos limites impostos pelas tradições vazias. Ele conversa com ateus, pagãos e também faz amizade com quem é considerado "afastado de Deus". Deus é maior do que a própria Bíblia ou qualquer outro livro sagrado. Livros são confissões humanas, limitados, mas a Palavra de Deus é eterna e pode ser escrita até mesmo nos corações de quem não sabe ler, de quem não tem acesso ao papel.

O Deus apresentado por (e em) Jesus é o Deus que ama até as últimas consequências, que entende a aflição humana, se comunica multiformemente, que se compadece ao invés de condenar. É o Deus que tem mais prazer na reconciliação do que na condenação e não leva em conta o tempo da ignorância.

"Misericórdia quero" é o que Deus grita enquanto a religião vocifera "morte aos impuros".

Vejo uma multidão esquecida, adoecendo nos arredores da igreja. É gente que não encontrou abrigo, não foi acolhida, foi expulsa e considerada "fora dos padrões". Muitas vezes projetamos no outro o santo que não conseguimos ser e dizemos "enquanto você não se tornar como um de nós, não será aceito em nosso meio". Muitos, a partir desse ponto, decidem viver uma vida apenas de aparências, sem transformação real, simplesmente para serem "aceitos".

Nos esquecemos que quem santifica e transforma é Deus e não nossas imposições, arrogâncias e externalidades. É a caminhada, o dia a dia, que vai nos tratando, curando, limpando as feridas, trabalhando e completando a obra de Deus em nós. Não é no tempo que queremos, mas na compreensão e confiança de que quem opera tanto o querer como o realizar é Deus.

Neste sentido, até mesmo numa conversa de mesa de bar, Deus pode operar com graça, curar e inflamar corações cansados e sobrecarregados. Por que não? Os religiosos de hoje torcerão o nariz da mesma forma como fizeram os fariseus do tempo de Jesus, quando o acusaram de andar com pecadores. Mas Deus trabalha sem se importar com o que falam. Enquanto uns ordenam, outros decretam e outros ainda profetizam suas impressões puramente carnais e humanas, o Senhor vai dando vista aos cegos e ouvidos aos surdos que estão fora dos domínios dos templos.

Nenhuma religião é dona de Deus. Nenhum sacerdote é detentor exclusivo da voz de Deus. Nada que não se pareça com o amor ou com o espírito de Jesus pode ser chamado de Evangelho ou Bíblico, ainda que dito e ordenado pelas grandes instituições religiosas. Pense nisso!



O Deus que ama e fala com pecadores te abençoe rica, poderosa e sobrenaturalmente!



              
Por:



Nota importante:
Jesus ensinou a dar de graça o que recebemos de graça. Se esta mensagem, de alguma forma, lhe fez bem, então provavelmente ela poderá fazer bem para outras pessoas que você conheça. Gostaria de sugerir, se não for constrangimento para você, que compartilhasse e encaminhasse este e-mail para o seu círculo de amigos e conhecidos. Fazendo isto você potencializa, em muito, o alcance da Palavra que já fez tanto bem aos nossos corações.
Leia outros artigos em www.ovelhamagra.com

sábado, 22 de setembro de 2012

Levantem as Bandeiras, a todo o Pano!!!

Última postagem: Agindo com sabedoria, Retratos Antagônios de uma mesma instituição.


Na série de Filmes, Os Piratas do Caribe que apesar dos devaneios existentes conquistou multidões de telespectadores talvez pelo carisma do personagem interpretado por Johnny Depp a fantástica figura do capitão Jack Sparrow, famoso pela capacidade de reverter situações desfavoráveis de formas incríveis e também por suas frases ou deduções lógicas ou ilógicas (depende de que se entenda o ponto de vista), entre as quais poderia lembrar:

- "Nos desonestos pode-se sempre confiar na desonestidade. Honestamente, os honestos é que deviam ser vigiados, pois nunca se sabe quando farão alguma coisa realmente estúpida."

- Tesouros não são apenas ouro e prata, amigo.

- Uma mentira só é uma boa mentira quando até você acredita nela.

-  “Se não tem sobreviventes, então quem conta as histórias?”

 Mas não é para falar do "pensador" Jack Sparrow que resolvi escrever esse texto, foram os acontecimentos últimos que tenho vivenciado, só falei do Jack porque esses acontecimentos trouxeram-me a memória um jargão de Jack dito por ele em todos os filmes:

Icem as Velas, a todo o Pano!

O que me fez lembrar-se desta frase são as bandeiras que agitam as casas e  carros nessa época de eleições, as pessoas "levantaram as bandeiras de seus candidatos a todo o pano", ou seja, não medem escrúpulos para tal, não se importam com possíveis consequências dos seus atos hoje, e se preciso for brigam com os adversários de opinião!

O que mais me entristece e já aconteceram com duas clientes minhas com seus filhos na faixa etária de 3 a 4 anos, as mães:

- Diz pro Tio que você é 45, diz!

E a criancinha sem a menor consciência do que isso quer dizer diz:

- Calenta e xinco!

Não pelo fato de ser o 45, podia ser qualquer partido, o que me entristece é as pessoas cegas levantarem bandeiras, defenderem com unhas e dentes, agredirem com palavras, sem buscar pelo menos uma qualidade nos adversários!

Quer aderir de forma fanática, estúpida e que beira ao retardamento mental tudo bem, mas daí a ensinar as crianças a seguir pelo mesmo caminho é monstruoso!

Por quê?

 Ninguém que seja contra suas ideologias políticas presta! Ideias nem são ouvidas!

Três dias atrás a Veja que foi uma das maiores responsáveis pela denúncia do Mensalão, que foi praticamente um golpe de Estado, sendo considerado o maior golpe de corrupção "na história desse país," trouxe a luz novas denúncias do então operador do Mensalão Marcos Valério, sugerindo não somente que era do conhecimento do então Presidente na época o Lula, como seria ele mesmo o verdadeiro chefe do Mensalão, que mais uma vez friso foi o maior escândalo de corrupção "na história desse país." Os Petistas negaram e negam veementemente, mesmo diante dos fatos e provas que houve o tal Mensalão, Lula o maior defensor dessa teoria, a de que o Mensalão não existiu, agora se vê enlameado juntamente com seus "cumpanheiros" e após a reportagem de Veja desse 19 de setembro onde ele e delatado como chefe do Mensalão, preferiu não se manifestar...

E os que levantam as bandeiras do PT a todo pano, que sempre acreditaram na inocência de Lula e seus cupinchas, será que dessa vez abrirão os olhos à medida que as condenações acontecem no Julgamento do Mensalão?

A resposta infelizmente é não!

É mais difícil treinar um cão fazer malabarismos do que fazer correligionários levantarem as bandeiras a todo o pano. O cão o faz pela recompensa, o correligionário só por que lhe é ordenado!


Mesmo que a verdade esteja diante dos olhos de pessoas assim, elas não enxergam!

Talvez no dia em que o Sargento Garcia prender o Zorro isso aconteça, ou melhor, no dia em Jack Sparrow seja pendurado numa forca e não possa mais dizer:

- Icem as Velas, preparem os canhões, a todo Pano!



segunda-feira, 13 de agosto de 2012

AGINDO COM SABEDORIA - Retratos Antagônicos de uma mesma Instituição

Última postagem:  Apenas, ou " A 'penas' o Cantor"




A Lição bíblica desse domingo falava sobre a "Divisão Espiritual no Lar", estava eu lá no O Balido (sempre vou lá) lendo o comentário tecido pelo Pr. Judson Canto quando li algo que me chamou a atenção, o Pr. dizia que um de seus filhos se diz ateu, e embora os dois no momento possuam opiniões tão divergentes sobre Deus, relata o Pr. que o "Amor e a Cordialidade entre eles Nunca foram alterados"

Mas não foi o fato de o Pr. ter um filho que se declara ateu que me chamou a atenção, e sim a atitude do Pr. e pai, (ou pai e Pr.) em relação ao comportamento de seu filho.

O fato de ele ser ateu não me chamou a atenção tendo em vista que eu mesmo durante muitos anos fui e acabei com uma Bílbia na mão confessando o Sr. Jesus como único e suficiente Salvador.

Mas a atitude do Pr. Judson em relação a essa situação é digna de reflexão, ainda mais em dias que a imagens dos líderes espirituais da igreja é arranhada pelos mais variados escândalos, e cada vez mais membros se decepcionam com seus pastores e esses por sua vez tentam a todo custo preservar sua imagem como líderes exemplares em tudo. 

Vale ressaltar que muitos membros tem uma visão distorcida do que é ser um Pastor, eles olham para esses homens como perfeitos mensageiros de Deus, imaculados e incapazes de cometer erros. E quem lê a Bíblia sabe que eles são homens falhos e sujeitos a erros e imperfeições, o que não diminue em nada seu valor diante de Deus quando estes tem um coração contrito e derramam-se na presença de Deus.

Mas como eu dizia, chamou-me a atenção a atitude do Pr. Judson, por fazer-me recordar de uma das heranças neuróticas da igreja que tinem nos templos assembleianos e similares por aí afora.

Pr Judson diz:
Eu mesmo tenho um filho que se declara ateu
- No entanto, o amor e a cordialidade entre nós nunca foram alterados.

Agora rela o que uns três anos para cá vi, ouvi, pasmei e fiquei enojado.

No último campo em que congreguei, antes da emancipação durante a última reunião foi abordado um tema (além do tema da emancipação) que sugeria uma situação semelhante a vivida entre o Pr. Judson e seu filho, ou seja filhos que não tem um comportamento que sugere a igreja seja adequado para um filho de obreiro, e como já citado no texto do próprio Judson, se afirmava veementemente que "tudo se resumia a sujeitá-los".

Para ser mais exato e preciso, vou relatar como surgiu o assunto:

O Pr. Presidente do Campo, de posse da palavra disse que estava preocupado com as vestimentas (tema batido) que haviam surgido na última moda e que eles deveriam ali em conjunto decidir que atitudes tomar.
 O que acontecia era que haviam surgido as "legs" ou "veste legs" que de cor escura e coladas ao corpo as jovens usavam por baixo de suas saias.
O Pr. dizia que não se toleraria tal comportamento, e perguntou o que se deveria fazer (como sempre retóricamente)
Depois de algum zum-zum-zum ele mesmo (como sempre) deu a resposta para a sua pergunta, tais jovens seriam disciplinadas!

Os escribas e fariseus, ops, digo, os obreiros favoráveis ao Pr. uns por compartilharem a mesma crença outros por puxa-saquismo aproveitaram para estender o assunto a outras variáveis como os jovens jogarem futebol e etc. Ao que um dos obreiros levantou e perguntou:

- Então pastor, e no meu caso que meu filho é de maior, trabalha, sustenta-se financeiramente sozinho e ainda ajuda nas despesas da casa?

Sabe qual a "sábia" resposta do então Pr. Presidente?

- Bota prá fora de casa! Enquanto estiver debaixo do seu teto, tem que se sujeitar ao que você impõe!

Mas o que me deixou mais triste do que essa declaração, foi ouvir alguns brados de glórias e aleluias diante dessa resposta do Pr., e ao final da reunião muitos elogiarem o "pulso firme" do principal condutor de tão delicado rebanho...

Então foi que levantou um presbíto e com os olhos faíscando questionou:

- Tá Pr. e os obreiros que tem TV em casa como é que fica? Se os membros vão para a disciplina e o obreiro que tem que dar o exemplo?

Responde o Pr.:

- Não prega mais, aliás não é para chamar nem para fazer uma oração!

- E o cidadão sentou com um sorriso de satisfação na face e os olhos agora brilhando, e é claro dando glórias!



Arrumei alguns desafetos naquele dia ao dizer que tal reunião me lembrou em muito as dos fariseus procurando os erros para com prazer condenar.


Disse ainda que estava aliviado por ser a última reunião naquele campo, visto que emacipávamos, por outro lado fiquei pesaroso ao pensar nos fardos pesados e difíceis de levar atados e postos as costas da frágil membresia que ali ficava sujeita a tirania de um déspota espiritual. 

Por aí vemos um despreparo por parte da liderança, e não raras vezes já vi quando nas lições bíblicas são feitas tentativas de corrigir esses conceitos absurdos que a igreja herdou por tradição e não por embasamento nas Sagradas Escrituras, que mesmo com muito embasamento bíblico, tais líderes literalmente distorcem-na a seu bel prazer...

Parece que a tradição vale mais que a própria Bíblia.

Quanto a mim, campo emancipado, liderança nova, templo novo e velhos e absurdos erros...

Não deu mais...

Como dizia o saudoso Irmão Jacó lá de Correia Pinto:

- Arrancaram a lã e ainda estão arranhando o couro das pobres ovelhas...



segunda-feira, 7 de maio de 2012

Apenas ou "A penas", "o Cantor"

Última postagem: Sorrisos Decorrentes da Páscoa.











Eu antes de conhecer a Cristo sempre estava com um amigo meu que tocava violão e cantávamos nas “cachaçadas” da vida que levávamos; depois que me converti tive esse desejo de cantar, arrisquei uns playbacks em algumas pequenas congregações, um dia comprei um violão decidido a aprender a tocar, chamei um amigo meu que se converteu praticamente junto comigo e sabia tocar violão, para que ele me instruísse qual o tom deveria ser o das notas para que combinasse com minha voz, lembro como se fosse hoje era a canção dos Herdeiros do Reino; “Ser ou não ser” e ele me disse:

– A tua voz só dá “dó”; eu disse:

- Em dó?

Como éramos muito amigos ele me disse não só dá “dó” sentimento mesmo, e me disse carinhosamente “aproveitando o gancho” que essa não era a minha praia…

Depois que eu parei e prossegui pregando, muitos irmãos perguntavam:

- Sim o irmão não canta mais?

Eu respondia que estava deixando para os que realmente têm talento para isso, e que não eram poucos, e os mais chegados diziam:

- Olha que benção, porque sinceramente o irmão não cantava nada…

Mas precisei que alguém me abrisse os olhos, pois para mim estava tudo bem, depois disso um dia resolvi fazer uma gravação minha cantando e ouvi depois, que coisa mais terrível…

E com certeza a igreja agradece até hoje eu abandonar ainda na precocidade meu “talento” musical.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Uma Homenagem a Millôr Fernandes...

Última postagem: Um Casal Abençoado...




Minha singela homenagem ao gênio do humor Millôr Fernandes que faleceu nessa madrugada...




Agência Rio de Notícias – Vítima de um acidente vascular cerebral em sua casa, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, morreu na madrugada desta quarta-feira (28), aos 88 anos, e escritor e cartunista Millôr Fernandes, segundo informou seu filho Ivan Fernandes, acrescentando que o velório está marcado para esta quinta-feira, no cemitério Memorial do Carmo, no Caju, Zona Portuária do Rio.
O corpo do escritor, considerado um gênio do humor, será cremado em seguida. Millor era também jornalista, escritor, ilustrador, dramaturgo, fabulista, calígrafo, tradutor de Shakespeare, Molière e Brecht. Era casado e tinha dois filhos.

O Humor fica de luto...

Embora não pare de rir, pois isso o próprio Millôr não iria querer...

segunda-feira, 12 de março de 2012

UM CASAL ABENÇOADO

Última postagem: Copa do Mundo = Panem et circenses









Mais uma da série: Os Fatos em Gafes, Causos e Prosas...
  
Igreja Sede em São Joaquim SC, um Diácono de idade avançada é convidado para trazer uma palavra introdutória, ele fala sobre a importância do casal servir ao Senhor, com a mesma fidelidade, fazer tudo com mútuo consentimento, inclusive à obra do Senhor; era o que o irmão na sua simplicidade queria passar na mensagem, ele dizia que o casal deve orar juntos na madrugada, meditar na Palavra de Deus e em meio a profundos aconselhamentos de como deve o casal proceder para melhor servir ao Senhor ele disparou:
- A Bíblia nos mostra um belo exemplo de um casal abençoado, um casal missionário, era só o marido sair de casa, a esposa já dobrava os joelhos orando...  Muitas vezes ainda irmãos; eles saíam juntos para evangelizar, e eles saíam bastante!
- Oh casal abençoado Paulo e Silas, uma benção na mão do Senhor...  

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Copa do Mundo = Panem et circenses

Última postagem: Fidel mais próximo da religião, afirma imprensa italiana...


Por Augusto Marques

Não quero nem ver quando um gringo passar mal por aqui e tendo que esperar na fila do HPS em Poa City... Ele vai passar na frente de um gaúcho? :) 

E os mendigos jogados nas ruas? A gente recolhe tudo e poe dentro de um buraco e só solta depois da copa? Ou vamos dar um jeito de fazer com que isso também não apareça na TV? 
O que a gente faz com o estádio de Manaus depois da Copa do Mundo? Tem futebol por la para? Quem sabe a gente consiga vedar e encher de água e por peixes la dentro pra fazer um aquário gigante, que tal? srsrsrsr :D...

Palhaçada essa Copa no Brasil... Parece que estão debochando de nós!
Isso sem citar nas crianças que não tem nem educação de qualidade e o governo investindo milhões e milhões para fazer a festança pros gringo...
Eles vão vir aqui e transar com o maior numero de brasileiras, beber heineken e rasgar o estatuto do torcedor na nossa cara (Paragrafo 13), e claro ainda erguer o caneco porque nem Seleção a gente tem...
Quem sofre pra ganhar da Bósnia vai ganhar da Espanha quando?

Palhaçada essa Copa!
Se bem que para escrever COPA não precisa muito de educação (estudo) mesmo!!!
Gosto de Futebol mas não fecho meus olhos para nossa realidade, não faço altar nem endeuso jogadores.
Contudo, não querendo ser rígido demais, entendo que para muitos o futebol é o ópio da sociedade moderna!
E sinceramente ainda não consegui entender o que leva torcedores a se espancarem ou destruírem portões dos estádios depois de um jogo.
Se canalizássemos essa fúria toda para protestar por nossos direitos constitucionais a coisa seria bem diferente por aqui!
Parabéns aos Romanos inventores do Pão e Circo isso realmente funcionou, funciona e funcionará!

E você? E eu? O que posso fazer se não manifestar a minha singela opinião? Na esperança de encontrar alguma mente lúcida que concorde comigo.

Eu ja to de saco cheio disso tudo.... e esse JESUS QUE NÃO VOLTA NUNCA? Eu to loco pra me mandar daqui de uma vez!



 Postado  originalmente em:


http://gutomarquesadore.blogspot.com/2012/02/copa-do-mundo-panem-et-circenses.html?showComment=1330568539338#c790198030286442598

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Fidel está cada vez mais próximo da religião, afirma imprensa italiana...

Última postagem: Cuidado com o Amém




Postado originalmente em Paulopes:
http://www.paulopes.com.br/2012/02/fidel-esta-cada-vez-mais-proximo-da.html?utm_source=BP_recent


por Mac Margolis, Newsweek


La Stampa disse que o ditador
vai se reconverter ao catolicismo
Fidel Castro (foto) logo mais estará de joelhos. Pelo menos assim garante a imprensa italiana, afirmando que o octogenário líder da Revolução Cubana está preparando seu regresso à Igreja Católica.

O retorno será dramático, segundo o La Stampa, o maior jornal do país (Itália), e ocorrerá em março, durante a visita do papa Bento 16 à ilha. É que aos 85 anos e com a saúde fragilizada, o ditador comunista estaria "mais próximo à religião e a Deus", disse sua filha Alina ao jornal La Reppublica.

A "boa nova" varreu a mídia cristã. O maior ícone vivo do comunismo estará mesmo à beira da penitência? Embora distante do pai, Alina é devota e frequentemente peregrina a Roma, onde goza de trânsito fácil na Santa Sé.

Já uma fonte do Vaticano assegura que o papa terá, sim, um encontro reservado com Fidel a quem concederá a bênção. Mas o resto pode não passar de fumaça benta.

Quando ouviu a "notícia" a historiadora americana Julia Sweig, uma das maiores estudiosas de Cuba contemporânea, soltou uma gargalhada.

"É verdade que a Igreja e o Estado sempre tiveram uma relação diferenciada em Cuba", diz. "Mas isso não indica que uma conversão tardia está nas cartas."

O brasileiro Frei Betto, amigo de Fidel e talvez o maior intérprete da alma do ditador, tampouco avaliza a versão italiana.

Mas o que estaria atrás da boataria e qual é a relação real do velho ditador com a fé? Em meio século de socialismo, onde o maior padroeiro usava boina e charuto, a convivência do governo e a Igreja cubanos foi frequentemente tumultuada.

Católico, protestante ou adepto de santeria, os religiosos de Cuba tinham de orar escondidos e se esquecer de Deus se quisessem servir à pátria e ao partido. Não ajudou alguns padres benzerem os rebeldes da Baía dos Porcos, na fracassada invasão apoiada pela CIA. Fidel, famosamente, chegou a cancelar o feriado de Natal de 1969.

Tamanho foi o estremecimento entre a cruz e o castrismo, que o papa João 23I teria excomungado o líder comunista em 1962, mas há controvérsias. Quem conhece Fidel o chama de agnóstico e não ateu. "Alguns têm a fé religiosa, outros a fé de outra espécie. Sempre fui um homem de fé, confiança e otimismo", disse a Frei Betto, autor do livro Fidel e a Religião, publicado em 1985.

Frei Beto é amigo
do ditador cubano
Com o tempo, a fé ganhou oxigênio. Desde o papado de João Paulo 2, com quem Fidel gozava de "uma química fantástica", segundo Frei Betto, a repressão cedeu lugar à convivência tensa, porém pragmática. No pacto inédito, a Igreja teria compreendido que o comunismo não tinha prazo de validade iminente, enquanto a cúpula comunista se convenceu de que bater em religião era dar murro em ponta de baioneta. Pois até os ideólogos oram.

A partir de 1991, com a reforma do Partido Comunista, os devotos clandestinos no governo já podiam sair do armário. Mais recentemente, a decisão de libertar dezenas de prisioneiros políticos em 2010 foi fruto de um pacto costurado entre o presidente Raúl Castro e o cardeal arcebispo de Havana, Jaime Ortega y Alamino. O mesmo sacerdote teria persuadido o regime a conter os ataques às Damas de Branco, o grupo de parentes dos dissidentes presos.

Para quem conhece a alma castrista, nada disso surpreende. Questionado se é ateu, Fidel disse a Frei Betto: "Infelizmente, os jesuítas não me imputaram uma formação verdadeiramente da fé cristã". Essa admissão implícita, de que possa existir uma verdadeira formação da fé cristã, talvez anime a torcida cristã.

No evangelho da Igreja Católica contemporânea, que amarga escândalos e a sangria de fiéis, uma alma desviada é um convertido em potencial, mesmo que seja de um tirano. Para quem imagina a contrição do velho ditador e o perdão papal, pode esperar sentado.

Mas vale especular. Como seria a confissão do ditador mais longevo do hemisfério?



Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2012/02/fidel-esta-cada-vez-mais-proximo-da.html#ixzz1n3u4pzZK
Paulopes só permite a cópia deste texto para uso não comercial e com a atribuição do crédito e link.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

CUIDADO COM O AMÉM...

Última postagem: 10 Verdades que Pregamos sobre 10 Mentiras que Praticamos




 Inicio aqui uma série de Fatos entre Gafes, Causos e Prosas, afinal; ninguém deve ter mais histórias do tipo, do que a já senhora Assembléia de Deus que já chegou as 100 velinhas em cima do bolo, quero com bom humor relatar histórias que presenciei e que ouvi em mais de uma década como assembleiano. O objetivo além de descontrair é alertar para o fato de que todos somos sujeitos a erros, e sempre estarão os observadores sarcásticos (como eu) de plantão prontos para dar boas risadas com tais gafes. Haverão inclusive histórias das quais eu sou o personagem central, pois quem já não pagou um mico no meio pentecostal nessa vida?

Fato é que são muitas as histórias e lições que podemos aprender, por isso boa leitura...

  Lembrei de um irmão na igreja sede em Correia Pinto – SC, o Pastor Presidente Samuel (não lembro a assinatura) foi em 1999 ou 2000, era véspera de convenção e o Pastor já estava ali há uns sete ou oito anos, mas a igreja havia acumulado uma dívida grande, e boa parte estava descontente e ao final do culto o Pastor começou a falar sobre a possibilidade de ele sair ou não e logo passou a encher linguiça com o assunto, o irmão Lindomar estava ao meu lado, e quando o Pastor disparou a pergunta:
- Quem quer que o Pr. Samuel vá embora diga Amém;

E o irmão Lindomar que era favorável ao Pastor levantou-se e disse em alto e bom tom:
Amémmm…
Mesmo havendo muitos querendo dizer Amém, ninguém quis aproveitar a oportunidade de alguém ter feito a frente…

O irmão Lindomar deve pedir perdão ao Pastor até hoje, pois tinha muito afeto por ele…

sábado, 11 de fevereiro de 2012

10 VERDADES QUE PREGAMOS SOBRE 10 MENTIRAS QUE PRATICAMOS

Última postagem: PLC 122, Alô Senado e Jornalismo = Hipocrisia Velada





Certo pastor estava buscando levar a igreja à prática da comunhão e da devoção experimentadas pela igreja primitiva (conforme descrita em Atos dos Apóstolos). Logo recebeu um comunicado de seus superiores: “Estamos preocupados com a forma como você vem conduzindo seu trabalho ministerial. Você foi designado para tomar conta dessa igreja e a fez retroceder, pelo menos, uns 40 anos! O quê está acontecendo?”. O pastor respondeu: “40 anos? Pois então lamento muitíssimo! Minha intenção era fazê-la retroceder uns 2.000!”.

Atualmente temos acompanhado um retrocesso da vivência e prática cristãs. Mas, infelizmente, não é um retrocesso como o da introdução acima. Algumas das verdades cristãs têm sido negadas na prática. Como diz Caio Fábio, muitos de nós somos “crentes teóricos, entretanto, ateus práticos”. Segue-se uma pequena lista dos top 10 das verdades que pregamos (na teoria) acerca das mentiras que vivemos (na prática):

I - “SÓ JESUS SALVA” é o que dizemos crer. Mas o que ouvimos dizer é que só é salvo, salvo mesmo, quem é freqüente à igreja, quem usa as poupas que a igreja determina que se use, quem dá o dízimo direitinho, quem toma a santa ceia, quem ganha almas para Jesus, quem fala língua estranha, quem tem unção, quem tem poder, quem é batizado, quem se livrou de todo vício, quem está com a vida no altar (seja lá o que isso signifique), quem fez o Encontro, etc e etc. Resumindo: em nosso conceito de salvação, só é salvo aquele que não "me" escandaliza.

II - “DIANTE DE DEUS, TODOS OS PECADOS SÃO IGUAIS” é o que dizemos crer. Mas, diante da igreja, o único pecado é fazer sexo fora do casamento. Quando um irmão é pego em adultério, é comum ouvirmos o comentário: “O irmão fulano caiu...”. Ou seja, adultério é visto como uma “queda”. Mas a fofoca que leva a notícia do adultério de ouvido a ouvido é permitida (embora, na Bíblia haja mais referências ao mexeriqueiro do que ao adúltero). Estar com o nome ‘sujo’ no SPC é permitido, embora a Bíblia condene o endividamento. Ser glutão é permitido, a ‘panelinha’ é permitida, sonegar imposto de renda é permitido (embora seja mentira e roubo), comprar produto pirata é permitido (embora seja crime) construir igreja em terreno público é permitido (embora seja invasão), Ah e desde que o dízimo seja alto, 99% dos pecados não fazem diferença, mas se for pobre, basta aparar as pontas dos cabelos (irmãs) ou usar mermudas no verão de 40º (irmãos) embora os mesmo pastores que disciplinem usem as "amardiçoadas" bermudas para ir pescar...

III - “AUTOFLAGELAÇÃO É SACRIFÍCIO DE TOLO”, é o que dizemos crer. Condenamos o sujeito que faz procissão de joelhos, que sobe escadarias para pagar promessas. Ainda assim praticamos um masoquismo espiritual que se expõe em frases do tipo: “Chora que Deus responde”; “a hora em que seu estômago está doendo mais é a hora em que Deus está recebendo seu jejum”; “quando for orar de madrugada, tem que sair da cama quentinha e ir para o chão gelado”; “tem que pagar o preço”.!?!?

IV - “ESPÍRITO DE ADIVINHAÇÃO É DIABÓLICO” é o que dizemos crer, mas vivemos praticando isso nas igrejas, dentro dos templos e durante os cultos!
- Olha só a cara do pastor. Deve ter brigado com a esposa.
- A irmã Fulana não tomou a ceia. Deve estar em pecado.
- Olha o irmão no boteco. Deve estar bebendo...
- Olha só o jeito que a irmã ora. É só para se amostrar...
- Olha a irmã lá pegando carona no carro do irmão. Hum, aí tem...

V - “DEUS USA QUEM ELE QUER” já usou até uma mula!!! É o que dizemos. Mas também dizemos: Deus não pode usar quem está em pecado; Deus não usa ‘vaso sujo’; “Como é que Deus vai usar uma pessoa cheia de maquiagem, parecendo uma prostituta?”.

VI - “DEUS ABOMINA A IDOLATRIA” dizemos. Mas esquecemos que idolatria é tudo o que se torna o objeto principal de nossa preocupação, lealdade, serviço ou prazer. Como renda, bens, futebol, sexo ou qualquer outra coisa. A questão é: quem ou o quê regula o meu comportamento? Deus ou um substituto? Há até muitas esposas, por exemplo, que oram pela conversão do marido ao ponto disso tornoar-se numa obsessão idolátrica: “Tenho que servir bem a Deus, para ele converter meu marido”; “Não posso deixar de ir a igreja senão Deus não salva meu marido”; “Preciso orar pelo meu marido, jejuar pelo meu marido, fazer campanhas pelo meu marido, deixar de pecar pelo meu marido”. Ou seja, a conversão do marido tornou-se o objetivo final e Deus apenas o meio para alcançar esse objetivo. E isso também é idolatria.

VII - A BÍBLIA É A ÚNICA REGRA DE FÉ E PRÁTICA CRISTÃS
...Eu sei que a Bíblia diz, mas o Estatuto da Igreja rege...
... Eu sei que a Bíblia diz, mas nossa denominação não entende assim
... Eu sei que a Bíblia diz, mas a profeta revelou que é assim que tem que ser
... Eu sei que a Bíblia diz, mas o homem de Deus teve um sonho...
...Eu sei que a Bíblia diz, mas...

VIII - DEUS ME DEU ESTA BENÇÃO!
...mas eu paguei o preço.
...mas eu fiz por onde merece-la.
...mas não posso dividir com você porque posso estar interferindo na vontade de Deus. Vai que Ele não quer que você tenha... Se você quiser, pague o preço como eu paguei.

IX - NÃO SE DEVE JULGAR PELAS APARENCIAS. AS APARENCIAS ENGANAM – mas frequentemente nos deixamos levar por elas para emitirmos nossos juízos acerca dos outros. Julgamos pela roupa, pelo corte de cabelo, pelo tamanho da saia, pelo tipo de maquiagem (ou a falta dela), pelo jeito de andar, de falar, pelo aperto de mão, pela procedência. Frequentemente, repito: frequentemente falamos ou ouvimos alguém falar: “Nossa! Como você é diferente do que eu imaginava. Minha primeira impressão era de que você era outro tipo de pessoa”.

X - A SANTIFICAÇÃO É UM PROCESSO DE DENTRO PARA FORA (é o que dizemos) – na prática não basta ser santo, tem que parecer santo. Se a tal ‘santificação’ não se manifestar logo em um comportamento pré-estabelecido, num jeito de falar, andar, vestir e de se comportar é porque o sujeito não se ‘converteu de verdade’

domingo, 29 de janeiro de 2012

PLC 122, ALÔ SENADO E JORNALISMO = HIPOCRISIA VELADA!!!

Última postagem: Botton anuncia a construção do primeiro templo ateu do mundo





Segundo a Agência Senado o PLC 122foi o projeto de lei mais mencionado no serviço Alô Senado em 2011!

Na página oficial do senado: “Dentre centenas de projetos de lei que receberam comentários favoráveis ou críticas de cidadãos em 2011, através do serviço Alô Senado, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006, que criminaliza a homofobia, foi o que mais chamou a atenção, tendo sido tema de 309.320 manifestações no decorrer do ano”. 

Agora eu pergunto, com toda a vontade que o governo tem de aprovar esse projeto, com toda as matérias pró que já foram publicadas, porque essa matéria contendo esse número recorde deixou as pessoas sem saber de nada, aliás um jornalista sério não deveria fazer uma matéria que por fim não diz nada, parece novela que deixa todos aflitos querendo saber o que vai acontecer na próxima cena e:  - Fica para o próximo capítulo...

Que raio de reportagem é essa?

São 309.320 ligações para que?

 Quantas pró?

 Quantas contra?

Afinal qual é a opinião do povo?

Para que fizeram essa porcaria de Alô Senado?

Não foi para saber a opinião do povo e atendê-la?

Que o governo tem o hábito de maquiar os números para fazê-los favoráveis a si não é novidade, mas não dizer nada é no mínimo chamar os cidadãos de otários.

Mas é óbvio o resultado, se fosse à maioria a favor; a matéria rasgaria as sedas homossexuais ensrustidas por trás desse projeto, e faria uma matéria esmagando as opiniões contra e exaltando o homossexualismo no Brasil.

Mas a hipocrisia latente aliada a conveniência tendenciosa e gananciosa são desde sempre características marcantes da política e jornalismo brasileiro (salvo raríssimas exceções)

Daí uma matéria porca dessas, inútil e desprovida de jornalismo sério, aliás, quando se trata de homossexualismo a imprensa é tendenciosa e hipócrita, e não é de hoje.

Os jornais, sites e blogs não perdem tempo para publicar matérias relacionando os religiosos a pedofilia com nomes fotos e vídeos, as exaustões exibem essas matérias repetindo-as e acompanhando os casos.

Fazem exatamente sua função e fico contente com isso, tem que ser assim mesmo denunciar, matar a cobra e mostrar o pau e a cobra morta, pois a minha opinião é que além de expor a cara desses vagabundos safados tem que metê-los na cadeia e jogar a chave fora, pois não vejo coisa mais abominável do que a pedofilia...

Mas quando se trata de homossexuais envolvidos na mesma situação, ou seja pedofilia, nem o nome dos vagabundos é divulgado, a globo noticiou o caso dos dois pais-de santo, os dois homossexuais que foram presos por estupro de uma menina dos nove aos doze anos e um aborto, mas e o nome, e as fotos da prisão?

E qual dos jornais hipócritas e blogs de merda que a exaustão exibem os casos religiosos ligados a pedofilia mostrou algo desse caso?

 São todos uns hipócritas convenientes e coniventes...

E o caso do cartunista Laerte, funcionário do Jornal Folha de São Paulo que fez denúncia à Secretaria da Justiça do Estado de São Paulo, afirmando que uma pizzaria violou a lei estadual 10.948/2001, sobre discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero. A pizzaria será multada...

Por quê?

Porque Laerte estava travestido como mulher no banheiro da pizzaria, e uma menina de dez anos que se encontrava no banheiro cochicha para a mãe:

 - Mãe tem um homem aqui no banheiro!

Eu pergunto: -

Como ela percebeu?

Sendo que Laerte estava vestido de mulher, maquiagem e tudo mais; e conhecendo a curiosidade própria das crianças dessa idade?

Isso ninguém se dispõe a responder e mesmo questionar, esses jornalistas de merda que abundam por aí.

A mãe da menina reclamou com o gerente da pizzaria que falou com Laerte, que diz não se incomodar em usar o banheiro masculino ou o feminino, tanto faz, isso depende de como está vestido no dia, e como nesse dia estava vestido como mulher, não abriria mão do direito de usar o banheiro feminino, e então entrou com o processo contra a pizzaria...

Sobraram jornalistas e mais pessoas defendendo Laerte e os direitos homossexuais, mas e os direitos da criança?

Percebe que governo e jornalismo hipócrita nós temos no Brasil?

Cadê os imbecis que defendem a Lei da Palmada?

Porque esses idiotas não se manifestaram sobre esse caso?

Ou será que um pai dar uma palmada em sua filha é pior que ela se deparar com um homem (biologicamente falando) num banheiro feminino?

Será que não faltou bom senso ao tal Laerte, não só a ele, mas a todos os homossexuais, sendo que biologicamente (os que não fizeram cirurgia) possuem membro masculino ou pênis, e esse tipo de situação, a de encontrar crianças em banheiros é fato corriqueiro no cotidiano?

Nas baladas tudo bem, pois ali há um limite de idade, ali vocês podem saciar o desejo de ser completamente femininas e usar o banheiro feminino e de lambuja no final da noite dar o rabo à vontade... Ops correção "se relacionarem sexualmente" se quiserem...

Mas Laerte desprovido de bom senso deixa uma lição a todas as meninas que encontrarem um homossexual no banheiro das mulheres.

Ninguém da justiça procurou a menina para saber qual o impacto de uma cena assim!

Nenhum jornal ressaltou os direitos da criança nesse caso!

É tudo merda da mesma estrebaria...

A lei 10.948/2001, que Laerte está usando para ter acesso livre a banheiros femininos, é uma insanidade do PSDB. Embora o PLC 122 não tenha sido aprovado como lei federal, o governo estadual do PSDB aprovou uma lei anti-“homofobia” no Estado de São Paulo em 2001.

A lei foi criada em resposta à reivindicação de dois homossexuais que estavam se beijando em público e se queixaram de pessoas próximas que se sentiram ofendidas. A lei do PSDB foi criada especificamente para proteger o erotismo homossexual em público.

Depois disso ocorreram alguns fatos curiosos:

Liberdade de expressão:

Homossexual dança na Assembleia Legislativa de São Paulo em 2007, sem nenhum impedimento.

Justiça manda Igreja retirar outdoors pagos conforme a lei; por conterem versículos bílblicos que condenam moralmente a homossexualidade

Um pastor é preso no centro de São Paulo por pregar sobre o mesmo tema.

O estado de São Paulo lidera o ranking de incitação de denúncias por homofobia 

Ainda bem que não moro em São Paulo!




Tenho clientes lésbicas e homossexuais também, que às vezes vem aqui; são educados polidos e de bom senso, e quando necessário usam os respectivos banheiros segundo sua biologia determina, mesmo os que se travestem conforme sua opção sexual, e nunca precisei pedir para que assim fosse, como disse, eles tem bom senso, e crianças são curiosas...

Eu tenho uma filha que vai fazer nove anos mês que vem, esse Laerte devia vir aqui no meu estabelecimento,  e usar o banheiro feminino, apesar de aqui não vigorar essa merda de lei que vigora em São Paulo, ele mesmo assim faria denúncia contra mim, por certo eu seria enquadrado no parágrafo 1º do artigo 129!


 Por ser réu primário responderia em liberdade ou pagaria umas cestas básicas, mas garanto que esse Laerte pensaria dez vezes antes de entrar num banheiro feminino outra vez...

E a opinião do povo não importa, e sim as conveniências de um governo corrupto em todos os sentidos e dos jornais hipócritas e convenientes no Brasil

Meu repúdio a todos... 


sábado, 28 de janeiro de 2012

Botton anuncia a construção do primeiro templo ateu do mundo

Última postagem: VALDEMIRO SÓ ABRE TEMPLO SE VIEREM OS BOMBEIROS!!!...

 

 

Por Paulo Lopes

Botton anuncia a construção do primeiro templo ateu do mundo

 Altura do edifício representará a idade da Terra 
O filósofo Alain de Botton, 42, vai construir em Londres o primeiro templo ateu do mundo. O arquiteto Tom Greenall já aprontou o projeto. Será uma torre cuja altura representará a idade da Terra, com cada centímetro equivalendo a um período. O templo contemplará  a ideia de perspectiva em uma alusão à reflexão, algo que está se perdendo na contemporaneidade.

A notícia sobre o templo ateu saiu na revista de arquitetura Dezeen, com a ilustração acima. Não há informação sobre o custo da edificação, quem vai financiá-lo e quais as atividades que vai abrigar.

Botton esteve recentemente no Brasil para lançar o seu livro “Religião para ateus” (Intrínseca, 274 págs). A ideia do templo surgiu desse livro, onde ele defende que os ateus precisam aprender com os religiosos a se comunicarem com as pessoas de modo a criar “um sentimento de comunidade”. “Precisamos pegar os aspectos bons das igrejas”, disse em entrevista.

“Por que os religiosos têm os mais belos edifícios?”, ele indagou à Dezeen, para responder: “Chegou o tempo de os ateus terem a suas versões de grandes igrejas e catedrais.”

Ele disse que as religiões sempre souberam que um belo edifício é uma parte indispensável na comunicação de sua mensagem. “Livros por si só não bastam.”

“Mesmo os ateus mais convictos tendem a falar muito bem dos edifícios religiosos. Eles podem ficar chateados com o fato de que nada lhes foi construído até hoje. Mas não há necessidade de se sentir nostálgico, porque basta aprender com as religiões e construir coisas igualmente bonitas e interessantes.”

Para Botton, só 
livros não bastam
O livro de Botton já causou polêmica entre os próprios ateus porque entre eles há quem rejeita a ideia de que as religiões possam ter qualquer coisa aproveitável. O anúncio, agora, da construção do templo ateu deverá esquentar ainda mais essa polêmica. Ainda mais porque o filósofo pretende construir vários edifícios.

Botton já começou a se defender com o argumento de que ninguém precisa de um deus ou deuses para construir um templo. “Pode-se construir um templo para tudo o que é positivo e bom, como para o amor, a amizade e a reflexão”.

Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2012/01/botton-anuncia-construcao-do-primeiro.html#ixzz1kks7JC00




Parece que alguns ateus estão querendo se organizar e fazer do ateísmo uma espécie de religião, sendo que a religião em si, sempre foi algo abominável para os ateus, seria o começo de sua queda como filosofia de vida, pois eu como ex-ateu e hoje alguém que crê incondicionalmente em Deus em se tratando de religião não canso de dizer que sou marxista, pois a religião é o ópio do povo...

Dawkins atualmente a maior figura do ateísmo mundial é um dos muitos que são contrários a idéia.